Jonathon Simmons- By Leonardo Zilotti para NBA DA MASSA

Simmons!!

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up

NÃO ESQUEÇA DE ONDE VEIO

Último resultado (0-2)
Magic 83 vs. 105 Bulls
Magic 88 vs 104 Celtics.

A disposição defensiva e as enterradas violentas de Jonathon Simmons trazem energia e motivação para a equipe durante as partidas. Todavia, muito tem se escutado sobre a contribuição de vestiário desse jogador e, apesar de ainda não estar no quinteto inicial, esse menino pode estar assumindo um posto de liderança na equipe de Orlando (que há muito tempo está vago).

Graduado do ensino médio numa escola onde 40% dos alunos desistiam antes da conclusão, Simmons lutou e conseguiu uma vaga na faculdade de Houston. Em 2012, ano que ele foi declarado ao draft da NBA, o mesmo não chamou atenção de nenhuma franquia e não foi selecionado. As perspectivas não eram as mais animadoras para esse pai de 4 meninas.

Em 2013 as coisas começaram a mudar. Ao pagar 150 dólares para participar de uma PENEIRA da equipe Austin Spurs (filiada do San Antonio Spurs) e competir com mais 60 sonhadores, Simmons fez cada centavo de sua inscrição valer a pena, ganhando o tão esperado contrato.

Em sua primeira temporada da D-League, Simmons não conseguiu o desempenho que queria e não chegou a entrar na mira de nenhuma equipe da NBA. O jogador quase desistiu nesse ponto. A sua segunda temporada na D-league era a última cartada do jogador (aos 25 anos as expectativas de conseguir um primeiro contrato na NBA não são de se alegrar). E foi nessa temporada que ele explodiu, anotando 15 pontos por jogo e sendo cogitado em um cenário maior.

Jonathon conta que estava no ônibus em Orlando logo após levar equipe do San Antonio Spurs ao título da Summer league (nomeado MVP da competição) no momento em que seu agente o ligou e disse as seguintes palavras: “Jon, agora você é um jogador da NBA”.

Calma aí, tudo isso em 3 anos? Exatamente, Simmons saiu do fundo do poço, com mísera esperança, e conseguiu um lugar na rotação do técnico Popovich, na equipe de San Antonio em 3 anos. 150 dólares era muito dinheiro para Simms, mas com certeza valeu a pena.

Ao começar um discurso, ao começar um jogo, ao correr para uma disputa de bola, ao “empurrar” seus companheiros de equipe, essa história com certeza passa por sua cabeça, e talvez por isso ele esteja preenchendo a cadeira vaga de líder. Ele já chegou até aqui… O que é impossível para ele?

#MagicãoDaMassa

Texto de Lonardo Zilotti para a pagina do FACEBOOK NBA DA MASSA

Todos os créditos para eles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s